Tradições que você não precisa seguir

MF02_170616_02646-762x509

Engana-se quem acredita que para não errar em nada no dia do casamento basta apostar no clássico e tradicional. Nem sempre o estilo convencional agrada os noivos e combina com o estilo do casal, por isso o ideal é romper com as velhas práticas do mundo dos casamentos e fazer aquilo o que realmente se quer no grande dia. Além de tornar o momento inesquecível, vai deixar a cerimônia do jeito que os noivos sempre sonharam – e isso é o que realmente importa. Se o casamento é seu, o sonho é seu e está sendo financiado por você ou alguém muito próximo, cabe a VOCÊ, então, se sentir livre e confortável para ousar e quebrar os padrões que nem sempre te agradam.

Acredite ou não, uma tradição que não precisa ser obedecida é o vestido branco da noiva. Esse look é algo tão especial e particular que dispensa regras relacionadas à cor. Embora seja uma das principais tradições de casamento e uma boa aposta para quem tem medo de errar, o vestido branco nem sempre vai estar de acordo com o estilo do casamento e pode não valorizar o biotipo da noiva. Hoje em dia, é bastante comum as noivas usarem tons beges e off white, principalmente em cerimônias ao ar livre. Mas ao definir a cor, cuidado para não ser cafona e inusitada. Seja criativa, mas sempre elegante.

O uso do véu não é obrigatório. Durante muito tempo o véu da noiva foi tido como símbolo de pureza e, por essa razão, se tornou um clássico nas cerimônias religiosas. Por ser muito formal, esse acessório se tornou dispensável por não combinar com cerimônias despojadas e diurnas. Para substituir, que tal uma tiara de flores ou um voillete charmoso?

 Outra tradição que pode ser quebrada é o casamento na igreja. Dependendo do estilo do casal, casar em um sítio, na praia, no campo ou numa fazenda pode ser mais adequado. E não é preciso dispensar a bênção religiosa. A cerimônia pode ser realizada nesses lugares e, além de ser um charme, pode ter ainda mais significado para os noivos.

Nataly Maier
Estudante de Jornalismo e apaixonada por palavras. Encontra na escrita sua melhor forma de comunicação e uma oportunidade para transformar o mundo em sua volta.